Pular para o conteúdo principal

Hoje

O pai de Michael Jackson morreu?


O segredo do sucesso de muitas famílias está em alimentar, em sua prole - quanto maior melhor -, as melhores possibilidades de obter sucesso.
Eu não vi o "showneral" do astro. Entretanto, alguém comentou que os astros que por lá passaram para o último adeus ao rei, não cumprimentaram o pai do falecido. Por razões óbvias, alegou o público. Chicoteava o pobre menino para que fosse um artista disciplinado, impecável em todos os pontos de vista. E Michael o foi. Você dirá: o que se quer de alguém que cometeu tal brutalidade?
Quantos pais não enfiam seus filhos em academias, cursos de idiomas, escolinhas de futebol, etc. não só para ocuparem seu tempo, mas também para que ele tenha, no futuro, melhores chances. É diferente do pai do rei do pop, você dirá.
Pense na real condição econômica e cultural desse pai e de seus pares (os negros nos EUA) há cinquenta anos: segregação racial, limitações financeiras, incertezas. O único legado que esse pai tem é o de seus antepassados - chicoteados e humilhados, por vezes vítimas da KKK. Motivo: ser negro.
De positivo soava no ar os acorde dos músicos e cantores de jazz - Nat King Cole, Miles Davis, Herbie Hancock etcoetera como a grande marca no cenário americano embreagado com o sucesso do pós-guerra. Esses sons emergiam com uma vitalidade impressionante capaz de aproximar não só os negros, mas também os brancos para ouvir e aplaudi-los. Era uma das grandes chances que o jovem negro tinha: tornar-se pastor - batista, assembleiano -, ou tornar-se músico. Sair do Alabama, emigrar para Chicago como um reputado cantor ou músico.
Nat King Cole casou-se aos 17 anos "embora ainda nem tivesse completado 18 anos, ele se casou com Nadine Robinson, no meio da turnê, em Michigan. Ao chegar em Los Angeles, finalmente, decidiram ficar. Ali Nat poderia entrar no mercado musical pela porta da frente." O ano é o de 1937.
Não fique comovido. Esta não é a história oficial dos Joseph Jackson. É um apanhado de indícios históricos que nos ajuda a entender um pouco da história humana que se repete, ecoa na América do Norte, Europa, América do Sul...
Jesus disse, para aqueles "justos" que apedrajavam a mulher surpreendida em adultério: "atire a primeira pedra... O final da história todos nós conhecemos.
BlogBlogs.Com.Br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sampa pela Copa

Publicação by São Paulo City.


Isto é quase, bem próximo, do que é a real cidade de São Paulo. Subúrbio é um termo apreciado pelos franceses. Não é exclusivo do idioma, vem do latim,  mas é um vocábulo que identifica o que existe em torno da cidade. Assim, não há, no vídeo, o subúrbio com seus vários sorrisos. Acho que a criatividade cairia muito bem na periferia do poético show de imagens.


São Paulo,
a cidade com suas cidades,
sonoras vaidades,
idade  da modernidade
afinidade com identidade
de todos os cantos.
Quem te vê
não cabe a vida em uma única cidade.

Todo homem nordestino é rude!

Economia crescente, investimentos públicos, transferências de plataformas operacionais de companhias consolidadas no eixo sul/sudeste em sintonia com programas de distribuição de renda fazem com que cidades como Salvador inaugurem três grandes shoppings no período de 6 anos. Isto sem falar no número de edifícios residenciais e comerciais no mesmo período. Para efeito de ilustração nem a gigante Casas Bahia tinha loja na capital baiana em data anterior ao ano de 2006.


No interior, da Bahia, num povoado qualquer, uma enfermeira [graduada em 2009] dirige o Programa Saúde da Família no posto de saúde local. Ela, um médico, um dentista e mais um bom punhado de agentes comunitárias cobrem toda a área. Funciona assim: todos os moradores da região – algo em torno de três mil e quinhentas pessoas – estão cadastrados; a agenda do posto está distribuída de maneira que, em cada dia da semana, um segmento da população é atendido. O conceito é o de medicina preventiva. Casos graves são encami…

“A antiga e a moderna cruz.”

“A antiga cruz não faz trégua com o mundo . Significa o fim da jornada para o orgulho adâmico. Na prática, ela constituiu a aplicação da sentença prescrita pela lei do Sinai. Já a cruz moderna não faz nenhuma oposição à raça humana; antes é companheira, amiga, e , se encarada corretamente, oferece-lhe divertimento bom e agradável, uma alegria inofensiva. Ela não afronta absolutamente as inclinações de Adão.”
A.W. Tozer. “A antiga e a moderna cruz.”