sábado, 22 de maio de 2010

Você não sabe

A divisão da renda não é igual, nem proporcional: lembra-se de Zaqueu, o personagem bíblico? Parece que faz muito tempo o que aconteceu com ele. Vamos invadir o Iraque porque Sadam Husein é um tirano, crápula da pior espécie que ameaça o mundo. Se ele ameaçasse apenas os cidadãos iraquianos, tudo bem. Deixe como está, eles que se matem. Ops! Ameaça a todos nós. Vamos exterminar o eixo do mal. Bum! Aliás, "clashp", guilhotina já. Ufa, que alívio.
O quê? Agora tem um novo tirano, maluco - e só pode ser tirano, maluco porque é de um país localizado na mesma região do Iraque. Aliás, vizinho deste.
Vamos montar uma estratégia. Naquele lugar tem muito petróleo. Se nós deixarmos do jeito que está não fica bem aumentar/tripudiar sobre a contabilidade de nossas empresas. É preciso um fato, externo, de preferência, porque se for interno dirão que somos atrasados, incompetentes. Esse título de incompetentes nós temos que atribuí-lo aos países do continente africano, à América Latina. À Asia não, afinal lá existe o Japão, nosso amigo. Tem a China. Xi... é melhor não mexer com os piratas.
Parece uma fábula, mas é o que está em jogo quando ouvimos no noticiário as sanções do Ocidente ao Irã. Não é ao fato de serem eles possuidores da bomba, ou possível bomba atômica, mas à sua religião - são fanáticos -; tem autonomia política e financeira - não vivem às portas do FMI ou buscando integrar-se ao bloco da UE. Pouco se importam com esses blocos e organismos financeiros. Tem capacidade de gerir seus próprios recursos, embora reconheçam que sua grande commoditie é o petróleo e esse exportado.
A quem interessa a tensão bélica na região do Golfo Pérsico? Bem pouco provável que os americanos e europeus fariam isto se fosse uma republiqueta da Europa. Não é bom os regimes se rebelarem contra as potências. Americanos e europeus precisam fechar sua conta em azul. Para tanto não exitarão usar as mesmas estratégias que Zaqueu empregou antes daquele fatídico encontro com Jesus de Nazaré.

Um comentário:

  1. ah! se eles tb se encontrassem com Jesus de Nazarè! Eles que se auto-entitulam: "I grandi della terra" (os grandes da terra), precisam de um encontro com o Grande da Terra e assim, tantas guerras nao seriam travadas.

    ResponderExcluir

Um texto é sempre inconcluso.