segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Dia!

“Tu és meu bem supremo,
meu Rei, Senhor e Pai,
me alegro em tua vida mais e mais
”. Adhemar de Campos


Encontrar o amanhecer é descobrir os segredos do novo que se avizinha. Não é uma certeza, mas não se constroem dúvidas. Há um vigor que se percebe através dos cicios que escapam da folhagem das árvores ou de qualquer outra vegetação.
Logo em seguida o quase sol. O quase dia, vestido em peças longas arrastadas pelas alamedas, telhados e janelas. Mas ainda não é dia. O padeiro já está trabalhando, mas a padaria ainda não está aberta. O agricultor já saiu da cama. O leiteiro já está no curral, mas ainda não pode entregar o leite para preparar a mamadeira do nenê. Um novo e bendito dia.
“Eu amo os que me amam, e os que de madrugada me buscam me acharão.” Provérbios 8: 17.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Um texto é sempre inconcluso.