segunda-feira, 7 de março de 2011

O mar.






O céu não é o mar;

No céu não está o mar.

Agora olhe o mar e veja se no céu

Está o mar. Omar março marco arco barco.

Embaço olhar o mar e ver o céu salpicando nos olhos,

cabelos e pele a espera da espuma que flutua com o ar. Ah! O ar molemente

dança do poente até o nascente e vê todas as claras ondas roendo as pedras

duras, dura, dura durante a transmutação da rocha em parte do mar.

A pedra parte e integra-se à sua outra parte. Seu mar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Um texto é sempre inconcluso.