domingo, 18 de maio de 2014

Não tem graça


Não tem graça alguma o secretário-geral da Fifa distribuir comentários depreciativos contra a população brasileira. Não tem graça porque se pressupõe de educação refinada, completa, superior aos demais continentes, o europeu esqueceu-se de que nenhum brasileiro - branco, negro, indígena... - deu início à primeira guerra mundial; criou os campos de extermínio na Polônia, Alemanha e países vizinhos; com os sucessivos saques ao oriente - Egito e Palestina - tem hoje o mais incrível museu - Louvre. Não tem graça. E olha que nós brasileiros não estamos tentando tomar ou retomar nadinha deles, povo de incrível civilização: não era brasileiro o imperador (civilizadíssimo) que invadiu Portugal, Alemanha, Espanha e Rússia. Não tem graça, aliás, tente achar graça correndo dentro das quatro linhas do gramado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Um texto é sempre inconcluso.